domingo, 31 de agosto de 2008

Agulhão Selado





Hoje é o último dia do Evento da Akemi sobre a Imigração Japonesa e vou deixar mais essa participação que tem tudo haver!

Ainda na sequência dos peixes, o mesmo Agulhão eu havia separado e guardado na geladeira dentro de um saco duplo de plástico desses de congelar alimentos e cobri os pedaços de peixes com Shoyo de um dia para o outro. Pode ser feito com Atum, fica muito bom também.
Fomos a praia de manha, afinal o tempo está melhorando e o mar cada vez mais convidativo.
Isso só para vocês verem como é rápido este prato, voltamos da praia e enquanto o maridon dava banho nos cães (Zed e Zulu) eu preparei o Arroz e o Agulhão.


Eu fiz assim:
Esquentei bem uma grelha elétrica, mas pode ser feita no fogão.
Coloquei os pedaços do peixe e fui selando todos os lados, deixei dar uma tostadinha por fora, mas vigiando para não cozinhar por completo no centro.
A intenção é ficar como um rosbife.



Enquanto o peixe não ficava pronto preparei o molho para acompanhar.
Coloquei aproximadamente, fui provando e ajustando o molho ao meu gosto.
Molho de ostra, vinagre de arroz, mirin, shoyo, gengibre ralado e cebolinha.
Servi desta forma: Pulverizei furikake por cima do arroz, acompanhou conserva de nabo e o peixe gralhado na chapa com o molho.
Ficou muito bom e o molho sensacional!


Peixe Fresco

Nos indicaram a feira de Cabedelo para comprarmos peixe fresco, então ontem nos programamos e hoje fomos na feira e eu não poderia deixar de registrar , o Inhame daqui é enooorme, a fava são uns grãos grandes e lindos, o feijão verde na vagem e a macaxeira daqui desmancha é uma coisa de louco!!!
Compramos camarão e o peixe agulhão como eles o chamam.
À noite enquanto eu tomava banho o maridon preparou a mesa e o jantar, um Sashimi deste agulhão.
O peixe é uma delícia!!!



O jantar do Maridon

PÃO DE BATATA

Estou com tantas receitas para postar, mas cadê o tempo? Estou com uma Exposição agendada para outubro e este é o motivo da minha correria atualmente.
Vocês sabem que eu não suporto desperdício e como fizemos um jantar aqui em casa sobrou bastante purê de Batata, achei que daria para consumi-lo no dia seguinte, mas o purê rendeu e não acabava nunca!
Comemos uma versão de Escondidinho de Frango que ficou divino e não sobrou nenhum pedaço para a foto, mas o tal Purê continuou sobrando.
Três dias eu não agüento!
Então, dei um destino a ele, que tal um Pão de Batata?
Uma boa maneira de aproveitar e não desperdiçar.
Resolvi fazer diferente e modelei todos os pãezinhos ovais e não redondos como de costume, na hora da foto é que percebi, no visor da maquina pareciam várias batatas dentro do tabuleiro, não é que ficaram com cara de batata mesmo?
Notei que eles ficam brancos, tentei deixar dourar, mas começou a queimar o fundo.
Pra variar rendeu tanto e como diz a Laila, virou um festival de pão como da outra vez e fiz duas roscas com pedaços de goiabada.

PÃO DE BATATA com cara da própria!!

Ingredientes

6 xícaras (chá) de purê de batata

2 copo de leite morno

2 envelopes de fermento seco para pão

2 colher (sopa) margarina

4 ovos

1 colher (sopa) de sal

6 colheres (sopa) açúcar

2 kg farinha de trigo

Modo de Preparo

Bata no liquidificador todos os ingredientes exceto o purê e a farinha de trigo.

Despeje a mistura em uma bacia grande e vá adicionando a farinha até parar de grudar nas mãos, mas deixando a massa ainda úmida.

Na verdade grudou bem pouquinho na hora de modelar.
Deixe a massa descansar por uma hora.
Modele os pãezinhos da forma desejada, pincele ovo batido e asse em forno pré-aquecido a 180ºC, os meus ficaram branquinhos mesmo com ovo por cima.
Já as roscas eu pincelei ovo e pulverizei açúcar, que deu uma cor mais dourada e pedaços de goiabada para enfeitar.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Geração anos 80


Que saudade daquele envolvente universo dos anos 80, quanta energia boa e recordações maravilhosas.

Quando vi a proposta deste concurso super original achei a idéia da Simone brilhante.
Vários grupos musicais vieram em minha mente, o Duran Duran que sempre fui fanática, principalmente com a música “Rio”, isso me remeteu a tantas recordações, até o meu primeiro namorado e o primeiro beijo foi com essa música!
Octavio um amigo pirou no show deles e foi lá pra frente, nós meninas nem acreditamos!!!

Admirava vários outros cantores e grupos como Cindy Lauper, Boy George and Culture Club, UB40, Swing Out Sister são muitos os grupos que marcaram essa época.

O mais engraçado é que eu era muito exótica em todos os sentidos, a própria garota da geração anos 80, usava cores neon, meu cabelo era arrepiado e as vezes de duas cores, usava um brinco de cruz pendurado na orelha como a Madona e tentava dançar como ela, passei pela fase New Wave e Dark.
Não era como hoje que existem essas tribos, eu era uma menina leonina e que gostava muito de ser diferente e totalmente fora dos padrões.


Ahhh e os amigos até hoje nos falamos, temos um e-group chamado anos 80 e este ano somam 21 anos da nossa amizade.
Lembranças muito boas das festinhas lá em casa com pizzas da Mamy e outras vezes com Strogonoff feito por ela também.
Saudade do bolo de Chocolate da Simoninha com uma camada fininha branca por cima, acho que marshmallow, ainda vou descobrir esta receita!

Os amigos do meu irmão sempre com o maior respeito, meu irmão fazia o tipo linha dura e com isso ninguém chegava perto.
Nessa época ele era um chato!

Fazíamos muitas reuniões em casa com a família e os amigos, meu pai adorava fazer canapés e essa parte eu sempre ficava junto aprendendo cada detalhe, muitos vinhos, queijos e sempre ao som do Frank Sinatra.

Acabei de lembrar, eu adorava Alfajores e Torrone e como comia!

Resolvi então postar a nossa receita preferida daquela época, e do meu irmão até hoje.
Ele pedia para fazer esta em todos os eventos e aniversários da casa.

O Strogonoff da mamy ao som do Duran Duran!

Este foi o primeiro vídeo que assisti em 84 e gamei, amor à primeira vista!

Is there s0mething i should know?

video

Rio

video


Achei essa receita muito parecida com a dela aqui.


Strogonoff da mamy

Ingredientes

1kg de alcatra
100 ml de conhaque
250g de de cogumelos em conserva
200ml de molho de tomate peneirado
1/2 xícara de creme de leite
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 colher de chá de pimenta do reino (de preferência moída na hora)
1 colher de chá de sal
4 colheres de sopa de óleo
2 colheres de sopa de amido de milho
1/4 xícara de água
Catchup
Mostarda
Molho inglês

Modo de Preparo

Corte em bifes e depois corte em tirinhas finas. Ponha numa tigela e tempere com sal e pimenta e reserve.
Dilua completamente a maizena na água e reserve.
Em uma panela grande ou frigideira funda com tampa coloque o óleo e deixe aquecer.

Depois ponha a cebola e o alho e deixe dourar mexendo para não queimar.
Quando estiver dourado, junte a carne e refogue.
Deixe cozinhar tampada até que fique macia. Mexa de vez em quando para não grudar.
Quando o caldo secar bastante, acrescente o conhaque e queime-o com um fósforo aceso para "flambar" a carne. Isso dará um sabor especial ao strogonoff. Deixe queimar até evaporar o álcool do conhaque por completo.
Depois acrescente os cogumelos escorridos e cortados fininho e o molho de tomate e mexa mais um pouco.

Junte o amido de milho diluída e mexa até encorpar, ficar mais grosso.

Só então junte o creme de leite e mexendo sempre sem deixar que ferva, misture-o homogeneamente.

Jantar Especial

Preparamos um Jantar em nossa residência para recebermos algumas autoridades e abaixo o cardápio.






Entrada:

· Queijos e Frios arrumados
· Canapés (dois tipos)
· Salgados finos

Prato Principal:

· Salada Tropical (abacaxi, passas, presunto, maçã, uva)
· Salada Mista (rodelas de alcachofra/palmito grande, pimentão fatiando amarelo e vermelho, cebola fatiada, tomate fatiando, alfaces de vários tipos)
· Arroz com brócolis
· Arroz branco
· Purê de Batata (com leite, manteiga, ovos, creme de leite e parmesão)
· Filé mignon fatiando com molho madeira com champignon (servido no Rechaud)
· Camarão aos quatro queijos (servido no Rechaud)

Sobremesa:

· Pavê de Sonho de Valsa
· Mousse de Morango (com pedaços de morango)

Serviço Final:

· Broinhas da Tia Neyza
· Café
· Licores (Frangelico e Cointreau)

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Nísia Floresta e Natal - RN

Marina's Camarões é um Restaurante em uma antiga e charmosa estação de trem desativada e toda restaurada.
A Estação foi construída pelos ingleses em 1881, chamada Estação Ferroviária de Papary no município de Nísia Floresta, cerca de 35 km de Natal.
O Restaurante conta com um cardápio muito variado com Carnes, Aves e Peixes, mas a sua especialização é o camarão.
Marina’s Camarões com todo o charme foi preservado pela simpática dona do Restaurante Graça que fez do ambiente aconchegante e acolhedor, nos faz remeter uma viagem no tempo.
Outra marca do Marina’s Camarões é o atendimento diferenciado ao cliente desde o momento da sua chegada, todos com muita atenção e gentileza.
Quem vem a Natal não pode deixar de visitar este lindo e maravilhoso restaurante.



Curtimos um final de semana maravilhoso com os amigos.


Além das Torradinhas de Alho, as mini Bolinhas de Macaxeira, as entradas de Ensopados (caldinhos) de Peixe e Camarão, pedimos três pratos, o Camarão na manteiga com macaxeira e abacaxi grelhado, Camarão Internacional (com molho branco e queijo) e o Camarão quatro queijos, os acompanhamentos foram diversos e me chamou a atenção o Tomate Seco com um molho sensacional!


Ensopados de Peixe e Camarão

Tomate Seco ao molho especial

Bolinhas de Macaxeira

Camarão na manteiga com macaxeira e abacaxi grelhado
Camarão Internacional
Camarão quatro queijos

Os doces também variados e todos caseiros feitos lá mesmo, provamos um pouco de cada e escolhi quatro de muitas opções. Um delicioso Doce de Tomate, de Batata Doce, de Coco Verde e claro que não poderia faltar o Doce de Leite, ainda mais sendo caseiro.
Fiquei tão encantada com essas opções diferentes, que a Graça me ensinou a receita do Doce de Tomate.


Obrigada Graça pela sua contribuição no blog Casa de Farinha, você é um doce!!

Doce de Coco Verde , Doce de Tomate, Doce de Batata Doce e Doce de Leite



Doce de Tomate

Ingredientes

6 tomates bem firmes vermelhos
3 xícaras (chá) de açúcar
3 xícaras (chá) de água
cravo e canela

Modo de Preparo

Ferva a água e coloque os tomates dentro e logo em seguida escorra e despeje na água gelada, retire a pele e as sementes.
Deixe-os inteiros.
Faça uma calda grossa levando ao fogo uma panela com açúcar e água, cravo e canela. Adicione os tomates, deixe-os ferver na calda por 5 minutos.
Sirva no dia seguinte e guarde em pote esterilizado.
Observação: Para esterilizar o pote, coloque-o numa panela com água suficiente para cobri-lo e deixe ferver por uns 30 minutos.





Seguimos para uma Pousada muito aconchegante e linda Chamada Colméia Chalés, lá ficamos encantados com as carpas e um solitário patinho nada arredio.
No dia seguinte fomos para Natal e almoçamos nesse restaurante maravilhoso Camarões, adivinhe o que comemos??
E de sobremesa essa Torta Fantástica de Mousse de chocolate com Menta, um show!

Caipifruta de Caju e Lima com Limão
Ostras Frescas
Camarão ao Vinho com Purê Grelhado e Arroz Branco
Torta Mousse de Chocolate e Menta


A noite fomos para uma Pizzaria e Creperia bem conhecida o Cipó Brasil.
Tudo maravilhoso!
Essa semana eu farei uma dieta rigorosa, depois desse festival vou dar uma segurada.
Pizza de Marguerita
Crepe de Banana com Chocolate e sorvete de Creme
O Fim de Semana foi perfeito, comemoramos o meu Niver com os amigos e esses lugares maravilhosos!